sábado, dezembro 27, 2014

Resenha: O diário de John Winchester

Olá, meus amores!
Hoje trago para vocês a resenha de um livro que li há um tempo, porém a tonta nunca fez resenha. Esse livro eu peguei emprestado com a Mel, colunista aqui do blog, como eu sou apaixonada por SUPERNATURAL não poderia deixar de lê-lo. 

Conheci a Mel na faculdade e esse foi o primeiro livro que ela me emprestou. Li tão rápido na época que nem percebi e não queria nunca ter lhe devolvido (haha), mas tive que o fazer (buaa). Espero que gostem da resenha e a nova forma de reproduzi-la aqui no blog. 

Ficha técnica

Título: Supernatural "O diário de John Winchester"
Título Original: "John Winchester's Journal"
Autor: Alex Irvine
Editora: Gryphus
Categoria: 
Ficção
Ano: 2010
Páginas: 224
ISBN: 
9788560610495
Nota: 
★★★

Sinopse

Baseado na série de TV Supernatural, "O Diário de John Winchester" é a reprodução fiel do livro-chave consultado pelos irmãos Dean e Sam Winchester nos episódios. Nele estão reunidos os muitos segredos colecionados por John para enfrentar a saga da família: ameaças sobrenaturais, demônios, fantasmas, espíritos, bruxas e vampiros estão minuciosamente descritos e detalhados nas centenas ilustrações do Diário. Lançado com enorme sucesso em vários países, a tradução brasileira foi feita em cuidadosa pesquisa do universo Supernatural.

Sobre o autor

Irvine primeiro ganhou a atenção com o seu Locus Award -winning 2002 romance A dispersão de Jades e as histórias que formam a coleção 2003 as conseqüências não desejadas . Ele também publicou o Graal da Quest romance Um rei, um soldado (2004), ea Segunda Guerra Mundial fantasia era histórico- The Narrows (2005). Buyout, um romance ambientado em 2041, foi publicado pela Random House em 2009.
Além de suas obras originais, Irvine publicou Tenha Robô, Will Travel (2004), um romance ambientado em Isaac Asimov 's robô positrônico meio, e Batman: Inferno (2006), sobre a DC Comics de super-heróis . Seu romance O Ultimates : Against All Enemies , sobre a Marvel Comics equipe de super-herói foi publicado pela Pocket Books em setembro de 2007. Ele também escreveu o Vertigo Encyclopedia, bem como escrever sobre quadrinhos ele tem escrito uma série de quadrinhos, incluindo uma com Daimon Hellstrom para a Marvel Comics marca MAX e Daredevil Noir . 
Sua formação acadêmica inclui um mestrado em Inglês pela Universidade de Maine e um PhD da Universidade de Denver . Ele é professor assistente de Inglês da Universidade de Maine. Ele também trabalhou por um tempo como repórter no Phoenix Portland.


Resenha

Eu como fanática por Supernetural, amei esse livro. Quem viu a primeira temporada sabe que os irmãos Winchester's não desgrudavam desse diário, que o pai deles escreveu como "Guia de Caça" e que nele estão todos os monstros que ele já enfrentou e, claro, a forma de destruí-los. 

Para quem ainda não viu a série (veja), os irmãos Winchester's viajam por todas as pequenas cidades de EUA, na primeira temporada a procura do seu pai que "desapareceu" e como eles possuem esse diário, o usam como um mapa para encontrá-lo. 

Claro que a leitura dele é mega fácil, a única dificuldade são as partes em latim dos exorcismos, é uma ótima maneira de conhecer várias religiões, monstros e etc. Também pode acabar por com alguns paradigmas, eu por exemplo, sou católica e amo saber coisas sobre outras religiões, aprendi muito sobre culturas diferentes e como foco, esse livro fala bastante sobre o assunto. Você precisa conhecer para destruir, cultivar, amar ou odiar

"Exorcizo te, immundisseme spiritus, omnis incursio adversarii,
 omne phantasma, omnis legio, in nomine Domini
nostri Jesu Chriti eradicare, et effugare ab hoc plasmate Dei."
(Pág. 36)

Como foi escrito pelo pai dos meninos, não conta muita coisa sobre a série, não contem spoilers ou coisas do tipo, então você que não gosta de assistir séries ou não quer ver Supernatural por conta do número de temporadas (estamos na décima), pode ler o livro apenas para entrar no universo sobrenatural. Mas, claro, você vai querer saber mais e então eu recomendo que você veja no minimo a primeira temporada, ou todas.  




Lendo o Diário me imaginei muitas vezes viajando pelo país atrás de aventuras, matando coisas paranormais, e vivendo dentro de um carro (Impala 67'). Uma vida livre, sem apego em um lugar, escutando rock, bebendo cerveja e comendo torta em bares e não esquecendo nunca do pudim. Ter várias identidades, fingir ser do FBI, essa é uma vida perigosa, mas só de pensar no acervo de armas no porta malas e em todas as pessoas que poderia salvar, é fascinante

Tive medo de ler o Diário no começo, pensei que ele estaria contando tudo que ocorreu na primeira temporada, porém, logo de inicio, percebi que se tratava realmente do diário do John, a visão dele sobre os monstros, os anos após a morte da Mary, como foi para ele cuidar do Sam e do Dean e ainda salvar outras pessoas. Aprender praticamente sozinho sobre todos os monstros e conhecer outros caçadores em sua jornada, como o Bob Singer, que o ajudou a cuidar dos meninos e também a aprender mais sobre os monstros. 

Não é apenas um guia de caça, ao decorrer dos dias e datas que ele descreve, você acaba percebendo as dificuldades e o amor que ele sente pelos meninos e pela Mary, a caça ao "Olho Amarelo" (Azazel), aquele que marcou Sammy e matou sua esposa (mais ou menos spoiler). Essa visão sobre a história é uma boa forma de entender sobre SUPERNATURAL, então é ótimo ler o livro e ver a série ao mesmo tempo. 



Sobre a edição, na capa é a fotos do Sam e do Dean na primeira temporada da série, capa dura, como é diário tem várias "colagens" e fontes diferentes. É uma forma bem dinâmica de leitura. As ilustrações também são bem legais.
Espero que tenham gostado da resenha e eu super recomendo o livro claro, quero criar uma legião de Hunters.



Reações:

Quem escreve?

Quem escreve?

Facebook

Galeria de Fotos

Skoob

Copyright © Parte de Minha História | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com